"...para com Deus não há acepção de pessoas." (Rm 2:11) - "Deus não faz acepção de pessoas." (At 10:34)
EDUCADOR E PALESTRANTE
Na luta por uma educação inclusiva de alunos com transtorno mental.
Textos
A falta que ela faz
        O título deste artigo lembra a crônica de Fernando Sabino. Mas aqui não me refiro à empregada doméstica – ainda que aqui em casa esteja fazendo uma falta danada nestes dias de férias –, e sim à vírgula. Isso mesmo! Eu me refiro a esse pequeno sinal gráfico de pontuação, tão desprezado por muitos na escrita, e que erroneamente dizem ser uma pequena ou ligeira pausa respiratória na leitura. Bem, deixemos as definições e as controvérsias gramaticais, e vamos direto ao assunto aqui proposto.

A ausência ou a presença da vírgula em uma frase pode mudar completamente o seu sentido. E pode até salvar vidas. Lembro-me daquela piada do súdito que pichou um muro com carvão, foi preso e sentenciado, mas salvo pela vírgula: “Matar o rei não, é crime”. Na pressa de realizar essa porcaria chamada pichação, ele havia se esquecido da bendita orelhinha.

Revisando um texto, deparei-me com a seguinte frase: “Pelo ato de comer as pessoas exercem de alguma forma o seu pertencimento social”. Pensei logo em se tratar de um caso de antropofagia. Mas não era. Faltava uma vírgula; três, para ser mais preciso. Aqui temos uma oração na ordem inversa, não iniciada pelo sujeito, mas por um termo circunstancial. Daí a necessidade da vírgula após o verbo ‘comer’: “Pelo ato de comer, as pessoas exercem...”. Mudou completamente o sentido da frase, não é mesmo? As outras duas vírgulas também separam outro termo circunstancial, que se encontra entre o verbo ‘exercer’ de seu complemento: “... exercem, de alguma forma, o seu pertencimento social”.

Virgular bem um texto, portanto, é de fundamental importância.
Maurício Apolinário
Enviado por Maurício Apolinário em 31/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
"Discriminação e exclusão velada de alunos com transtornos mentais não podem existir em nossas escolas." (Prof. Maurício Apolinário)
..A derrota de Penina Onã Silva
..Simplesmente namorada Maurício Apolinário
.A Arte da Guerra para Professores - 1ª ed. Maurício Apolinário
.Bolinha, meu coelho Maurício Apolinário
.Limites na sala de aula: emoções, atitudes e... Maurício Apolinário
.Um prato de comida Maurício Apolinário
A Casinha de Clarinha Onã Silva
A Literatura das Mulheres da Floresta Autores diversos
A Quadradinha de Gude Onã Silva
A quadradinha de gude - 2ª ed. ampliada Onã Silva
Anjinho minho... mãezinha minha ONÃ SILVA
Bote fé no sindicado, ele tem atitude é fato ... ONÃ SILVA
Céu de gris Sarah Schmorantz
Cordel do trabalhador - do labor ao burnô Onã Silva
Cronistas, Contistas e Poetas Contemporâneos ... Autores diversos
Cuidar e rimar é só começar Onã Silva
Enfermagem com poesia: a arte sensível do cui... Autores diversos
Enfermagem, simbora! Vamos lutar pelas 30 hor... ONÃ SILVA
Estomaterapia: cuidado à fina flor da poesia Onã Silva
Federação Nacional põe o bloco da enfermagem ... ONÃ SILVA
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
https://www.facebook.com/pages/Cuidarte-Livros-e-artigos-liter%C3%A1rios/334396023412336?ref=hl